Maço 34

Description level
Instalation unit Instalation unit
Reference code
PT/TT/TSO/0034
Title type
Formal
Date range
1585 Date is certain to 1816 Date is certain
Dimension and support
84 doc. (233 f.); papel
Custodial history
Em 2010, perante a desorganização encontrada dentro desta unidade de instalação, em virtude da documentação não se apresentar separada em capilhas, os documentos foram separados e acondicionados, tendo as capilhas sido numeradas sequencialmente - que podem conter documentos simples, ou documentos compostos ou macetes - tal como foram os respectivos conteúdos (desde que apresentassem dois ou mais fólios escritos e estivessem desprovidos de foliação original) de modo a possibilitar o mínimo de controlo físico.

Contém documentos truncados.

Este trabalho foi desenvolvido por Maria Filomena de Sequeira Carvalho (Torre do Tombo).

Scope and content
Contém documentação pertencente ao Conselho Geral, à Inquisição de Lisboa, de Coimbra, de Évora, de Luanda (Angola) e de Goa.



Compreende certidões – do Fisco da Inquisição de Coimbra -, requerimentos (de Francisco José de Carvalho, médico e familiar do Santo Ofício, do procurador do marquês do Lavradio), bem como a portaria e correspondência do Fisco de Lisboa, e lista de deputados ordinários do Santo Ofício.



Reúne consultas – do Conselho da Fazenda acerca do Alvará das Confiscações, entre outros -, e o alvará régio de 28 de Maio de 1643.



Contempla a carta e cópia do breve de Sua Santidade (1649), a cópia de cartas da Sagrada Congregação, assinadas pelo cardeal Francisco Barberino, o "Papel em que se mostra que o Santo Ofício tem obrigação de recorrer ao Papa", o "Papel que não podia Sua Majestade assinar", pareceres, consulta da Inquisição de Lisboa, "Certidões para não poderem ser censurados os ministros do Santo Ofício", e a cópia da resposta do Cabido de Viseu (1682).



Integra a "Instructio pro formandis/ processibus in causis strigum, / sortilegiorum, et malefeciorum" (1657), bem como documentos relativos a: "De peccato nefando", "Se no Santo Ofício se pode e deve proceder contra o sodomita defunto", entre outros.



Reúne documentos alusivos a Manuel de Brito e Meneses, fidalgo e juiz de Fora, nomeadamente certidão de diligências do Fisco, entre outros.



Inclui o requerimento de frei Bernardo de São José, cantor mor no Mosteiro de Alcobaça, a solicitar autorização para imprimir o calendário da sua reza para o ano 1710, e licença dada por frei Paulo Boaventura (1709).



Contém correspondência enviada e expedida para a Inquisição de Coimbra e de Lisboa, alguma acerca do apuramento do número de familiares existentes na vila de Marialva e seu termo, outra sobre a criação dos familiares na vila de Penedono e seu termo, bem como traslados - de culpas de presos evadidos da cadeia de Bragança para Galiza - que foram mandados aos inquisidores de Coimbra, por ordem do bispo de Miranda (1585), inclui lacre.



Compreende a certidão do grau de bacharel e da licenciatura em Filosofia passada a pedido de João de Távora Leitão Souto Maior, pelo secretário da Universidade de Coimbra (1777).



Contém o parecer da Inquisição de Lisboa, acerca da consulta do Conselho da Fazenda sobre a dívida de Rodrigo Álvares - preso nos cárceres - a Luís Vaz de Resende, requerente, relativamente à carga transportada em navios fretados, com destino à ilha de São Miguel (1627).



Integra o índice de testemunhas denunciantes (poderá eventualmente, pertencer a um processo crime da Inquisição), inquirições, visitação, denúncia do crime de bestialidade, rascunho sobre as injúrias ocorridas no altercado entre o inquisidor de Coimbra e um réu, e ainda a lista das pessoas despachadas para poderem sair no primeiro auto.



Contempla a cópia da censura feita ao folheto intitulado "Sentença de Proscrição que contra D. Bacalhau alcançou D. Sardinha" incluindo o formulário para ser remetido ao Desembargo do Paço (1816), correspondência de Manuel Correia da Fonseca enviada a frei Joaquim Carvalho, e o parecer deste último, acerca dos nove volumes da “Histoire de la Revolution” do autor Fantin Desodoards.



Inclui ainda a carta de José da Silveira Zuzarte para Manuel Correia da Fonseca - a informar que a Mesa do Desembargo do Paço manda remeter as obras pedidas pelo Tribunal do Santo Ofício -, bem como pareceres sobre "Cours de Moral á l’usage des jeunes demoiselles", "Cours d’education" por Hubert Wandelaincourt, entre outros.



Contém o requerimento a solicitar a impressão do "Diálogo entre o Gato e o Rato", e também o requerimento de Joaquim de Pina a solicitar licença de impressão da comédia "Eneas no Lacio em Grilhões de Amor prisioneiro", e as licenças dadas por frei Francisco de Sales, do Convento da Santíssima Trindade de Lisboa (1804).



Inclui documentos de receita e despesa: receita das mercadorias da portagem do Porto (1684-1685), arrendamento de um casal feito a António Mendes da Costa, recibos, quitações, declarações de rendeiros do pagamento da dívida de foro, contrato de venda de bens na vila de Santa Marinha, despesa das obras das casas da Inquisição de Évora – féria dos carpinteiros, rol das tintas -, carta de Amorim para João Colaço Ramalho sobre despesa, entre outros.



Integra o orçamento relativo à reparação do edifício da Inquisição de Coimbra, apresentado por Mateus Vicente de Oliveira, por ordem da Inquisição de Lisboa (1761).



Contém o requerimento de frei António da Nazaré, no Convento de Santo António da Figueira, relativamente ao testamento de Jerónimo de Bastos, cónego na Sé de Coimbra, bem como licença requerida (1647).



Compreende a certidão de cursos académicos passada ao requerente Luís de Azurara, filho de Gaspar Lobo de Azambuja, natural da vila de Montemor-o-Velho, pela Universidade de Coimbra (1654, bem como a certidão tirada no Brasil, por António Fernandes Biscaínho sobre um pouco de açafrão que levou de Francisco Soeiro de Albergaria, o qual ardeu e se perdeu (1656).



Reúne minutas de formulários da "Forma de ratificar", do relatório dos réus presos que se pratica na primeira audiência, das inquirições tiradas no Santo Ofício, bem como apontamentos genealógicos de Joaquim e de sua mulher Delfina Cândida, entre outros.



Integra a declaração sobre o recebimento de uma carta do comissário do Santo Ofício para ser enviada ao padre António Correia, pároco do Presídio de Moxima, em Luanda (1793).



Contempla ainda, requerimentos do padre frei Bernardo de Nossa Senhora e Meneses, deputado do Santo Ofício da Inquisição de Goa, e certidão passada pelo notário Matias Damião da Silveira, em Goa (1800).

Physical location
Tribunal do Santo Ofício, mç. 34
Previous location
Documentos por identificar
Language of the material
Português, latim e espanhol
Type of container
Outro
Creation date
24/02/2011 00:00:00
Last modification
09/06/2017 16:06:53