Digital representation
Digital representation thumbnail

Maço 23

Description level
Instalation unit Instalation unit
Reference code
PT/TT/TSO/0023
Title type
Formal
Date range
1559 Date is certain to 1820 Date is certain
Dimension and support
94 doc. (183 f.); papel
Custodial history
Em 2010, perante a desorganização encontrada dentro desta unidade de instalação, em virtude da documentação não se apresentar separada em capilhas, os documentos foram separados e acondicionados, tendo as capilhas sido numeradas sequencialmente - que podem conter documentos simples, ou documentos compostos ou macetes - tal como foram os respectivos conteúdos (desde que apresentassem dois ou mais fólios escritos e estivessem desprovidos de foliação original) de modo a possibilitar o mínimo de controlo físico.

Contém documentos truncados.

Este trabalho foi desenvolvido por Maria Filomena de Sequeira Carvalho (Torre do Tombo).

Scope and content
Contém documentação pertencente ao Conselho Geral, Inquisição de Lisboa, de Coimbra, de Évora, bem como de Goa e do Brasil.



Inclui procurações em pública-forma (remetidas do Rio de Janeiro, de um alvará de lembrança passado a Gaspar dos Santos Bonatte, escrivão do Fisco na cidade da Baía para renunciar ao dito ofício a favor do seu filho Teotónio dos Santos Bonatte, de Roberto C. Ribeiro, ouvidor e juiz do Fisco, entre outros), correspondência remetida do Brasil – de Rafael Machado, da cidade de São Paulo, do Rio das Pedras, de Inácio Correia de Sá - da Inquisição de Santiago (Espanha), do prior frei Caetano José da Rocha, do comissário João Godinho da Costa, para Cipriano José de Amorim, oração atribuída ao cura Francisco Martins Falero ou Faleiro, "Conclusiones Theologia Mistica" com 48 itens.



Integra perguntas que se fizeram à Inquisição de Valladolid sobre o modo que se teve com as freiras que foram presas pelo Santo Ofício e sentença (1559).



Contempla consultas régias acerca de diversas diligências efectuadas para habilitandos a familiares: António de Almeida Soveral, entre outros, correspondência remetida de Leiria, apresentação da carta do Juízo do Fisco dos Ausentes da cidade de Lisboa relativa a sequestro de bens.



Compreende a informação sobre a herança de Zacarias Estefans ou Estaphanus, pai de Mateus, em Goa (Índia) e a contenda que este último teve com o inquisidor António do Amaral Coutinho, conhecimento de Domingos Ribeiro, capitão da corveta "Nossa Senhora da Concórdia", em Goa, sobre a encomenda que levava para entregar na cidade de Lisboa, sumário ao promotor fiscal do Santo Ofício.

Contém também, uma carta de frei António de Santa Maria, do Convento da Boa-Hora de Lisboa, qualificador do Santo Ofício, a informar sobre a atitude de frei António de São Nicolau Tolentino, bem como do Conselho Geral sobre editais enviada ao prior Luís José da Silva, em Vila Franca de Xira, e certidão do mesmo, atestação em pública forma passada a Estêvão José de Matos do exercício de funções na Praça dos Leilões, declaração de Henrique Ribeiro, cônsul geral de Portugal na França, a residir em Lisboa temporariamente (1808).



Integra a certidão de frei Francisco das Chagas de São Francisco, guardião conventual, sobre afixação de uma pastoral, e uma oração.



Reúne apontamentos (sobre familiares e outros), pareceres, cópia de um parecer sobre um réu apresentado, autos, apólice de seguro da carga de fazendas e transporte marítimo para o porto de Hamburgo (1717), cópia do aviso régio dirigido a Manuel de Sande de Vasconcelos, responsável pelo rendimento do tabaco a fim de custear as despesas dos plenipotenciários e mais pessoas na deslocação ao congresso em Madrid. Contempla a consulta remetida à Inquisição de Évora, informação do juiz do Fisco de Lisboa dirigida à rainha, provisão do cargo de cirurgião supranumerário dos cárceres da Inquisição, carta de frei Nicolau da Assunção Becquer a dar o parecer sobre livros que pertenciam à livraria de João de Torrubia, espanhol, nomeadamente a “Praxis Episcopalis” de Zerola – proibido no Índice Romano -, requerimento de Bernardo da Costa Carvalho, impressor, a solicitar licença para a impressão d’ "As razões em que se fundem os religiosos de Nossa Senhora do Monte do Carmo da Baía" e parecer.



Contém o relatório da vigilância, feito pelos familiares do Santo Ofício da Inquisição de Lisboa, nas respectivas vigias dos cárceres, relativo à actividade de um preso sobre o que fez, comeu, se indiciava ter feito jejum (1745), bem como o requerimento de Lourenço Henriques, alfaiate, morador na vila de Serpa, penitenciado no auto da fé de 12 de Maio de 1596 e o pedido de informação do Conselho Geral aos inquisidores de Évora.



Integra o traslado em pública-forma do contrato e obrigação de Manuel Pinheiro Freire, fabricante de meias de seda, morador no Porto, obrigando-se a pagar a dívida, em cinco prestações, a Francisco Soares Coutinho, correio mor.

Contém o parecer dos inquisidores de Coimbra dado ao Conselho Geral sobre a petição de Maria de Faria – filha de António Sanches, presa a 13 de Maio de 1669 -, com parte de cristã-nova, sentenciada no auto da fé de 12 de Março de 1673, em Coimbra.



Contempla a abjuração feita por Rui Teles, veja-se o documento com a cota: TSO, Inquisição de Coimbra, proc. 10104.



Inclui certidões em pública-forma (passada pelo cirurgião Bartolomeu da Maia, entre outros).



Compreende requerimentos e parecer remetidos da Inquisição de Évora, requerimento do capitão Miguel Franco de Barbuda Brito, da vila da Lourinhã e certidão, provisões do bispo inquisidor geral, denúncias, lista de testemunhas de defesa de António Lopes, correspondência (de António Botelho, juiz da cidade de Bragança), outra enviada do Faial, bem como de frei João de Matos de Lucena Coutinho, datada de Borba, sobre actos praticados pelo confessor à sua penitente Margarida Rita durante a confissão.



Contém a informação do comissário João Gomes Costa acerca do rendimento da Igreja de Santa Maria de Ul, bispado do Porto, bem como correspondência relativa ao falecido abade da Igreja de Santa Maria de Ul, comarca da Feira, denúncia contra António de Abreu Pacheco, natural de Chaves, tenente de Infantaria da Guarnição da Praça de Bragança (1734), correspondência remetida de Tui – Espanha - para o padre Lourenço Fernandes, superior do Mosteiro da Ordem e Companhia de Jesus (1588).



Integra um termo de arrematação de bens, correspondência de Francisco de Araújo Marinho para Manuel Correia da Fonseca, provisão do cargo de comissário do Santo Ofício a favor do padre João Colaço da Costa.



Inclui ainda, o requerimento de Mariana dos Reis e Josefa, irmãs, que foram penitenciadas no auto da fé de 23 de Julho de 1741, em Évora, a solicitarem a comutação do degredo, para Angola e ilha do Príncipe, parecer dos inquisidores e despacho indeferido do Conselho Geral, requerimento de Francisco de Almeida e Silva, preso na cadeia pública de Évora no auto da fé de 23 de Julho de 1741 e informação.



Reúne papéis pertencentes a Martim Carrasco Pimenta, da vila de Moura.

Physical location
Tribunal do Santo Ofício, mç. 23
Previous location
Documentos por identificar
Language of the material
Português, latim e espanhol.
Type of container
Outro
Notes
Em março de 2016, o documento foi intervencionado pelo Gabinete de Conservação e Restauro do ANTT.
Creation date
24/02/2011 00:00:00
Last modification
28/03/2016 14:30:17